Sociedade

Prémio Nacional de Bioética atribuído a projeto do IVDP de combate ao alcoolismo entre os mais jovens

O Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, I.P. (IVDP, IP) e o seu presidente, Gilberto Igrejas, foram distinguidos, institucionalmente e individualmente, com o prestigiado Prémio Nacional de Bioética, promovido pela Associação Portuguesa de Bioética, em reconhecimento do trabalho desenvolvido por este organismo e pelo seu presidente na área da educação para a saúde e da luta contra o alcoolismo.

A distinção reflete o reconhecimento do trabalho exemplar desenvolvido pelo IVDP, IP na área da educação para a saúde e na luta contra o alcoolismo. O projeto laureado, intitulado "IVDP+Educa: Saber Beber, Viver Melhor", destaca-se pela sua abordagem inovadora na promoção de hábitos saudáveis entre os jovens, promovendo a tomada de consciência sobre os riscos associados ao consumo de álcool.

A iniciativa surge da consciência da responsabilidade social do organismo e da necessidade premente de informar e educar a geração mais jovem sobre a temática do álcool. Considerando a relevância do álcool para a saúde pública, o projeto visa fornecer informações claras e objetivas aos estudantes do ensino secundário.

“Um dos objetivos principais do projeto IVDP+Educa passa pela consciencialização sobre os riscos do consumo excessivo de álcool na população mais jovem, sendo também, nossa intenção, promover a cultura das gentes e do território da Região Demarcada do Douro, e envolver os jovens em atividades que ampliem o seu conhecimento sobre a cultura e as suas tradições, preferencialmente, em sintonia com o currículo adotado nos estabelecimentos de ensino e os serviços prestados pelo Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, I.P., refere o presidente do IVDP, IP, Gilberto Igrejas.

"IVDP+Educa" abrange diversas atividades, incluindo workshops, ações de sensibilização, visitas a bibliotecas, vinhas e adegas, práticas de voluntariado e atividades experimentais em campos de seleção de videira. O protocolo prevê ainda a concessão de distinções anuais, reconhecendo o compromisso e envolvimento dos estudantes no projeto.

“É, pois, nosso dever, participar na construção e na disponibilização de ferramentas e meios, que terão de ser, cada vez mais, irrepreensíveis do ponto de vista ético e pedagógico. Esta é também a missiva deste projeto: privilegiar a educação informacional e destacar a formação preventiva como vetores decisivos no combate ao alcoolismo em idade jovem, e, simultaneamente, promover o consumo moderado em idade adulta de forma consciente e responsável, conclui Gilberto Igrejas.

Últimas Notícias

Mercado Local de Produtos da Terra arranca no próximo mês de maio

16/04/2024

UTAD regista aumento de 75% nos alunos internacionais candidatos ao próximo ano letivo

16/04/2024

Câmara de Lamego beneficia relvado do Estádio dos Remédios

15/04/2024

Festas em honra de S. Torcato em Cabaços

12/04/2024

Festival de Poesia e Música de Foz Côa celebra 40 anos e comemora os 50 anos de 25 de abril

12/04/2024

Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola regressa pelo 11ª ano consecutivo

12/04/2024

Autarquia reguense organiza caminhada noturna da liberdade

11/04/2024

Quinta do Pessegueiro volta a abrir portas para visitas ao público com novidades nos roteiros e provas

11/04/2024