Lamego Sociedade

Igualdade de género deu mote para tertúlia da ESTGL em Lamego

Cinco décadas após a Revolução dos Cravos, a igualdade de géneros ainda é tema de debate tal como aconteceu em Lamego, numa tertúlia promovida pela Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Lamego.

Moderada pela jornalista Catarina Lázaro (SIC), participaram nesta tertúlia Helena Vala (vice-presidente IPV); Catarina Ribeiro (vice-presidente Município de Lamego); Carla Pêgo (Provedora da Misericórdia de São João da Pesqueira) e Raquel Cardoso (Professora ISCAC-IPC). Coube a Miguel Mota, Presidente da ESTGL, dar as boas vindas a todos os presentes.

Foi com este painel de excelência que se abordaram questões de extrema importância para a sociedade em geral e o ensino superior em particular. Mulheres com partilha de histórias que, na primeira pessoa, mostraram ser verdadeiros exemplos de superação, resiliência e sororidade.

Carla Oliveira, docente na instituição e promotora do encontro estava, no final da iniciativa, satisfeita com o resultado obtido e explicou à nossa reportagem a importância do tema a debate.

“A igualdade de géneros refere-se à ideia de que todos os gêneros devem ter os mesmos direitos, oportunidades e tratamento na sociedade. Isso significa eliminar discriminação e preconceito com base no género por forma a promover a igualdade remuneratória, o acesso igual à educação e ao emprego, e garantindo que todas as pessoas tenham liberdade para expressar sua identidade de género sem medo de discriminação ou violência. Alcançar a igualdade de género é um objetivo fundamental para promover sociedades mais justas e inclusivas.

A igualdade de género no ensino superior é um aspeto crucial para promover a justiça e a equidade dentro das instituições de ensino que representam um elemento fundamental na formação de jovens e adultos. Isso envolve garantir que homens e mulheres tenham acesso igualitário à educação superior, bem como oportunidades iguais de desenvolvimento académico. Para promover a igualdade de género no ensino superior, as instituições podem implementar políticas e práticas que procuram eliminar barreiras e preconceitos de género por isso sim, é importante continuarmos a discutir esta temática. Não só nas Instituições de Ensino Superior, mas na sociedade em geral”.

Últimas Notícias

Bienal de Fotografia de Lamego e Vale do Varosa arranca a 20 de julho

18/07/2024

Comitiva de Sabrosa visitou Cadaujac no âmbito das comemorações do Dia Nacional de França

18/07/2024

Agosto é sinónimo de Côa Summer Fest

18/07/2024

Duas carrinhas elétricas ao serviço da Saúde entregues pela Câmara Municipal

18/07/2024

EXPOVILA gera mais de um milhão de receitas diretas ao concelho

11/07/2024

Novo Parque da Ferradosa vai ser inaugurado este domingo

28/06/2024

Fibra ótica vai chegar a mais de 1250 famílias em Moimenta da Beira

14/06/2024

Museu de Lamego apresenta exposição Boas Raparigas nos 50 Anos do 25 de Abril

14/06/2024