Reportagem Sernancelhe Sociedade

Festival das Sopas de Sernancelhe é montra da cultura e tradição da Terra da Castanha

Entrar no Expo Salão de Sernancelhe durante o Festival das Sopas faz disparar os nossos sentidos, com destaque para o olfato que se perde no aromas dos legumes, carnes e peixes que compõe as sopas, como do paladar que encontra cada um destes sabores, colher após colher.

Sopa de gravanços com bacalhau, sopa à lavrador, caldo de castanha, sopa de feijoca à Zebreira ou sopa de cogumelos foram algumas das iguarias revitalizadas graças ao Festival de Sopas de Sernancelhe, um evento de inverno que juntou no Expo Salão o melhor da gastronomia tradicional, artesanato e folclore, proporcionando aos visitantes uma viagem pela história, cultura, sons e pelos sabores do nosso povo. Francisco Lopes, Presidente do Município de Lamego, foi o convidado de honra deste ano, tendo presidido à abertura do certame.

Festival das Sopas de Sernancelhe é montra da cultura e tradição da Terra da CastanhaIntegrada nas comemorações do Douro, Cidade Europeia do Vinho 2023, a 9.ª edição do Festival de Sopas e Encontro de Ranchos levou ao Expo Salão de Sernancelhe milhares de visitantes que contactaram com expositores, os usos e costumes da Terra da Castanha e puderam degustar gratuitamente as sopas que contam a história daquele povo.

No total foram 18 as associações que estiveram presente no evento: Associação AMBULA IPSS, Associação Empresarial Beira Alta – Acis, Associação de Caça Távora e Zebreira, Associação Desportiva e Recreativa de Sarzeda, Associação Dinamizadora da Aldeia da Faia, Baldios “Cinco Réis de Gente” do Carregal, Banda Musical 81 de Ferreirim, Casa do Benfica de Sernancelhe, Confraria da Castanha Soutos da Lapa, Escola Profissional de Sernancelhe, Manta Verde – Associação da Biointerpretação de Lamosa, Núcleo Desportivo de Cultural de Vila da Ponte, Rancho Folclórico de Sernancelhe, Grupo Motard "Os Amigos Binantes", Associação de Melhoramentos da Freguesia de Escurquela, Clube Caça e Pesca de Sernancelhe e Banda de Música de Sernancelhe.

Enquanto provaram as sopas, os visitantes puderam assistir à atuação de ranchos folclóricos, numa junção perfeita entre gastronomia e tradição.

Festival das Sopas de Sernancelhe é montra da cultura e tradição da Terra da CastanhaParticiparam neste Festival o Rancho Folclórico de Sernancelhe, o Grupo Folclórico e Etnográfico do Cimeiro (Baixo Mondego), o Rancho Folclórico de Pindelo de Silgueiros (Viseu), o Grupo Típico “Cancioneiro de Águeda”, o Rancho Folclórico do Caçador (Viseu), o Grupo Folclórico da Universidade do Minho, o Rancho Folclórico da Casa do Povo de Ílhavo, o Grupo de Música e Baile Tradicional Traspés (Vigo-Espanha), o Rancho Regional de Fafel (Lamego), o Grupo Folclórico de Santa Marta de Portuzelo (Viana do Castelo) e o Rancho Folclórico de Arnas (Sernancelhe).

Para Armando Mateus, vereador da cultura da autarquia e responsável pelo evento, “o balanço final é extremamente positivo, tínhamos seis mil tijelas para venda que esgotaram e tivemos que vender umas descartáveis que estávamos também a usar para oferecer aos diferentes grupos que nos visitaram durante todo o fim-de-semana. Estimamos que no total tenham passado pela Festa mais de 10 mil pessoas”.

A integração deste evento nas comemorações da Cidade Europeia do Vinho foi, para Armando Mateus, “uma mais valia. Juntar os excelentes vinhos de toda a nossa região com as sopas tradicionais deste nosso território resultou muito bem e o feedback que recebemos por diferentes meios espelha bem esse sucesso”.

O vereador sernancelhense destaca ainda a forte presença de diversos órgãos de comunicação social na cobertura do evento, “é um sinal que estamos a fazer as coisas bem e que a comunicação também reconhece esse trabalho sério, fazendo-o chegar a mais gente, para nós é muito importante”.

Esta foi também a primeira edição sem restrições após a pandemia, na edição do ano passado ainda havia alguns cuidados mas este ano “foi notório que as pessoas já se sentem mais confortáveis com a situação e neste momento estão ávidas por este tipo de eventos onde podem conviver de forma saudável e salutar. Sendo este um evento com características tão especiais e diferenciadoras temos sempre uma grande procura de visitantes, este ano potenciada por esse conforto pós pandémico”.

Últimas Notícias

Bienal de Fotografia de Lamego e Vale do Varosa arranca a 20 de julho

18/07/2024

Comitiva de Sabrosa visitou Cadaujac no âmbito das comemorações do Dia Nacional de França

18/07/2024

Agosto é sinónimo de Côa Summer Fest

18/07/2024

Duas carrinhas elétricas ao serviço da Saúde entregues pela Câmara Municipal

18/07/2024

EXPOVILA gera mais de um milhão de receitas diretas ao concelho

11/07/2024

Novo Parque da Ferradosa vai ser inaugurado este domingo

28/06/2024

Fibra ótica vai chegar a mais de 1250 famílias em Moimenta da Beira

14/06/2024

Museu de Lamego apresenta exposição Boas Raparigas nos 50 Anos do 25 de Abril

14/06/2024