Destaque Reportagem Sociedade

Douro apresenta-se unido na BTL 2022

Os 19 municípios da CIM Douro estiveram presentes na edição deste ano da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), num espaço dedicado à comunidade intermunicipal com o grande destaque a ir para o Passaporte Douro.

Durante cinco dias (entre 16 e 20 de março), passaram pela FIL, no Parque das Nações, perto de 70 mil visitantes. Os quatro pavilhões encheram-se com 1400 expositores que foram a casa de 60 destinos internacionais, entidades regionais de turismo, câmaras municipais bem como empresas de todo o setor do turismo, desde agências de viagens, operadores turísticos,  alojamentos ou empresas de animação.

Ao longo dos dias em que o certame esteve de portas abertas, no espaço da CIM Douro, os 19 municípios tiveram oportunidade de mostrar aquilo que de melhor a região tem. No espaço duriense, integrado na área dedicada ao Trismo do Porto e Norte, os visitantes tiveram oportunidade de experimentar o melhor da gastronomia regional, bem como os melhores vinhos que se produzem na região.

As tradições e costumes durienses também estiveram em destaque com diversas apresentações ao longo dos cinco dias.

No auditório do Turismo do Porto e Norte os municípios tiveram espaço para individualmente apresentarem alguns dos eventos e pontos de atração do seu concelho. Já no espaço da CIM Douro, também de forma individual, cada município ia pontuando o dia com provas de diferentes produtos gastronómicos do seu concelho, bem como vinhos, azeites, entre muitos outros.

Passaporte Douro foi destaque

Com cada município a ter oportunidade de mostrar o que de melhor tem, conjuntamente foi o Passaporte Douro que esteve em destaque. Apresentado no verão de 2021, o passaporte conta com 76 sugestões de visita (quatro em cada município) em toda a região.

Apresentação do documento ficou a cargo de Ana Sofia Gomes, responsável da COMUNICARTE, contando ainda com a presença de Luís Pedro Martins, Presidente do TPN, Francisco Lopes, Presidente da Câmara Municipal de Lamego, em representação dos municípios, e o cantor Emanuel, que abrilhantou a apresentação com a sua presença.

Sob o slogan “Descubra e viva uma experiência única!”, o Passaporte Douro, é um projeto inédito desenvolvido pela CIM Douro, com o objetivo de promover turisticamente os 19 concelhos que a constituem. O documento pretende ser um guia para mostrar o Douro nas suas diferenças e nas suas riquezas, elegendo a monumentalidade, a cultura e as gentes como o mais importante desta imensa região de patrimónios da humanidade e de incomensurável potencial no País e no Mundo.

O Passaporte do Douro é um projeto que parte de uma ideia simples mas dinâmica e, essencialmente, muito prática. Ou seja, os visitantes do Douro podem obter nas lojas interativas de Turismo dos 19 municípios o Passaporte Douro, e iniciar a sua viagem à descoberta de 76 pontos de interesse nesta área geográfica de mais de 4 mil quilómetros quadrados que é a CIM Douro.

À passagem por cada um dos pontos de interesse carimbam o Passaporte e quando completar a sua “viagem” pelo território da CIM Douro o turista receberá um certificado de excelência e uma oferta exclusiva do Instituto do Vinho do Douro e Porto (IVDP). Para auxiliar os visitantes, está disponível uma aplicação que contém vídeos promocionais dos pontos de interesse indicados por cada município.

20 anos de Património Mundial

Outro dos momentos altos destes cinco dias da BTL no espaço CIM Douro foi a apresentação das comemorações dos 20 anos do Alto Douro Vinhateiro – Património Mundial, que ficou a cargo de Jorge Sobrado, da CCDR-N.

Na Bolsa de Turismo de Lisboa, o representante da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região Norte (CCDR-N), considerou que promover um destino património da Humanidade como o Douro “exige, reclama, requer trabalhar também as suas causas”. “Hoje, as suas causas são pessoas. A causa do Douro são pessoas porque, na verdade, a força do Douro são as pessoas”, frisou.

Jorge Sobrado acrescentou que o que foi feito nos últimos 20 anos de património mundial foi “dar o palco às pessoas” e diz que nunca as entidades trabalharam de uma forma tão articulada para a promoção do Douro como agora”

Para assinalar a força humana que carateriza a região, Jorge Sobrado apresentou na BTL uma campanha promocional comemorativa dos 20 anos do Património da Humanidade com histórias de pessoas ligadas à região, sendo elas “vinte histórias do passado, do presente e do futuro do Douro”.

“O que fizemos foi irmos à procura de uma padeira de 70 e tal anos, que tem desde a sua bisavó o segredo de fazer o pão de Favaios, e o que fomos descobrir foi aquele tanoeiro que, há mais de 60 anos e segundo métodos artesanais que herdou do seu pai e do seu avô, prepara os pipos nos quais se guardam os preciosos néctares do Douro. Mas também fomos descobrir aquele investigador que é um dos mais citados no mundo sobre as alterações climáticas na viticultura. Também fomos descobrir aquele jovem enólogo que se apaixonou pelo Douro, se formou no Douro e não quer sair de lá”, explicou Jorge Sobrado.

A campanha foi lançada no dia 14 de dezembro, quando se cumpriram 20 anos desde a declaração de património da Humanidade sobre o Douro, e vai prolongar-se durante este ano com uma campanha publicitária e uma série de eventos.

“Na verdade, hoje, já não se trata apenas de fazer promoção turística, já não se trata apenas de acender holofotes sobre um determinado destino, já não se trata apenas de repetir o baú dos argumentos do costume. Trata-se de nos associarmos a causas que importem e de encontrar a história certa para os territórios”, sublinhou Jorge Sobrado.

  1. João da Pesqueira apresentou espaço individual

Integrado no espaço da CIM Douro, o município de São João da Pesqueira optou ainda pela presença também num espaço individual onde destacou os produtos do concelho e o seu maior certame, a Vindouro, que este ano assinala o seu vigésimo aniversário.

A presença nos principais eventos turísticos continua a ser uma aposta da autarquia liderada por Manuel Cordeiro, na divulgação de todo o território e na promoção dos produtos endógenos, sobretudo o vinho e o azeite, bem como a promoção dos principais eventos municipais.

A autarquia de S. João da Pesqueira esteve presente com um stand personalizado do “Coração do Douro” no pavilhão 2, dedicado aos municípios e associações municipais.

No espaço do município pesqueirense foi possível aos visitantes assistirem e participarem em diversas atividades e degustações de produtos regionais em parceria com a ESPRODOURO - Escola Profissional do Alto Douro.

Neste stand individualizado houve ainda a presença de um grupo de teatro que fez “animação pombalina”, de forma a promover a VINDOURO, o maior certame do concelho que este ano realiza a sua vigésima edição, um momento que será recheado de surpresas e muitas novidades.

No domingo, último dia do certame, uma comitiva de S. João da Pesqueira, composta por membros das Juntas de Freguesia, Assembleia Municipal e Empresários locais visitaram o evento e o stand do Coração do Douro.

Últimas Notícias

Bienal de Fotografia de Lamego e Vale do Varosa arranca a 20 de julho

18/07/2024

Comitiva de Sabrosa visitou Cadaujac no âmbito das comemorações do Dia Nacional de França

18/07/2024

Agosto é sinónimo de Côa Summer Fest

18/07/2024

Duas carrinhas elétricas ao serviço da Saúde entregues pela Câmara Municipal

18/07/2024

EXPOVILA gera mais de um milhão de receitas diretas ao concelho

11/07/2024

Novo Parque da Ferradosa vai ser inaugurado este domingo

28/06/2024

Fibra ótica vai chegar a mais de 1250 famílias em Moimenta da Beira

14/06/2024

Museu de Lamego apresenta exposição Boas Raparigas nos 50 Anos do 25 de Abril

14/06/2024