Desporto Lamego Peso da Régua

Campeonato do Mundo de Fórmula 2 de motonáutica terminou com campeão

O Rio Douro foi palco da terceira etapa do Campeonato do Mundo de Fórmula 2 de motonáutica entre 15 e 17 de setembro, uma prova que todos os intervenientes consideram um sucesso.

Edgaras Riabko foi o grande vencedor do Grande Prémio de Peso da Régua, prova pontuável para o Campeonato do Mundo de Fórmula 2. Rashed Al Qemzi terminou a corrida em segundo o que lhe garantiu o título mundial de F2.

Duarte Benavente, o único piloto português no paddock destacou, à nossa reportagem, as ventagens de correr em casa. “É bom correr em casa tanto logística como desportivamente, estar ao pé dos patrocinadores, da família e dos fãs é mais reconfortante do que correr fora”.

Questionado sobre as maquinas que animaram as margens do rio Douro, o piloto explicou que são máquinas com “uma potência de 220, 230 cavalos e atingem uma velocidade máxima de 200kms/hora. É conduzir uma máquina de competição como outra qualquer, dando sempre o máximo com a noção de quais são os limites”.

Duarte Benavente destacou o espelho de água onde se realizou a prova bem como a pista, “muito rápida e bem desenhada”.

António Alves (Tunes), reguense e Vice-Presidente da Federação Portuguesa de Motonáutica era também um homem satisfeito no final da prova.

“Fazemos um balanço extremamente positivo, correu tudo muito bem foi só pena a meteorologia, mas no momento da prova não houve aguaceiros, o que permitiu assistir a uma prova magnífica sem qualquer acidente. Para nós (Federação) é uma aposta ganha e para manter no calendário”.

Tunes revela ainda que a opinião dos pilotos foi também muito positiva até porque a realização da prova na Régua “permite um fácil acesso a restaurantes e hotéis, o que facilita a logística para as equipas”.

José Manuel Gonçalves, autarca reguense, considera também que a prova foi um sucesso que serviu para promover o território por todo o mundo.

“O balanço é extremamente positivo, foi mais um fim de semana de afirmação e promoção do nosso território e da Cidade Europeia do Vinho, potenciado pela realização do Porto e Douro Wine Festival, numa articulação plena de ambas as margens do rio.

São dois eventos com projeção mundial e que têm tudo para se tornarem uma referência no mundo. São eventos que nos permitem criar dinâmicas turísticas, desportivas e económicas que tragam cada vez mais gente ao nosso território”.

O autarca reguense destaca ainda a grande afluência sentida nos restaurantes e hotéis da cidade que registaram “uma grande taxa de afluência durante os dias de realização da prova”.

O Grande Prémio de Peso da Régua foi promovido pela Federação Portuguesa de Motonáutica, em estreita parceria com o Município do Peso da Régua e o Município de Lamego.

Últimas Notícias

Mercado Local de Produtos da Terra arranca no próximo mês de maio

16/04/2024

UTAD regista aumento de 75% nos alunos internacionais candidatos ao próximo ano letivo

16/04/2024

Câmara de Lamego beneficia relvado do Estádio dos Remédios

15/04/2024

Festas em honra de S. Torcato em Cabaços

12/04/2024

Festival de Poesia e Música de Foz Côa celebra 40 anos e comemora os 50 anos de 25 de abril

12/04/2024

Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola regressa pelo 11ª ano consecutivo

12/04/2024

Autarquia reguense organiza caminhada noturna da liberdade

11/04/2024

Quinta do Pessegueiro volta a abrir portas para visitas ao público com novidades nos roteiros e provas

11/04/2024